sábado, outubro 20

Os Males que me Afligem

Segundo um amigo meu, quando se chega aos 30 apanham-se os primeiros sustos com a saúde. Confesso que ultimamente andei bastante paranóico com a minha saúde. Depois de várias visitas ao médico, e alguns exames descubro que afinal não tenho nada do outro mundo. Através do raio X puderam ver que tenho uma ligeira desviação da coluna vertebral, mas nada de importante, recomenda-se que me dedique à natação. Quando às minhas dores, tratava-se de gases. A médica mostrou-me as bolhas na radiografia, e disse-me que os meus intestinos são muito lentos (enquanto forem os intestinos e não for a cabeça estou eu bem). Tenho de continuar a comer coisas saudáveis, e evitar as gorduras. Quando digo a alguém que as minhas aflições afinal eram provocadas por gases, a tendência natural é que se riam na minha cara depois de fazer uma piada ou perguntar se dou muitos traques.

Ter cuidado com a alimentação, comer saudável e a horas, parece muito óbvio. Mas neste preciso momento da minha vida infelizmente não tenho espaço para isso. Onde estou agora parece que dão pouco valor a esse tipo de coisas. Primeiro está o trabalho, quando houver um tempinho logo se come qualquer coisa, de preferência junk food para não dar muito trabalho lá em casa. A pessoa que me dirige tem os seus objectivos, nisso não o posso censurar, não quer deixar ficar mal ninguém e tem de tentar transmitir uma imagem de competência. No entanto a lógica que o move é uma falácia. Quando tem um problema continua a insistir, a fazer seja lá o que for, é preciso que apareça uma solução. Estar horas intermináveis a queimar pestanas sem ter muito bem a noção de como chegar a algum lado, se for preciso fica-se com o cu quadrado, saltam-se refeições. Eu cá acredito justamente na maneira oposta de fazer as coisas, em pensar os problemas, pesa-los, planeá-los. Quando tenho problemas que parecem intransponíveis prefiro ir para casa organizar as ideias, no outro dia quando a cabeça estiver fresca há-de aparecer a solução. Até agora os nossos pontos de vista têm chocado ocasionalmente, vamos ver que acontece a partir daqui. Uma coisa é certa, estou farto de me sujeitar a esta lógica tonta e estúpida.

1 comentário:

Copo de 3 disse...

Dá-lhe na salada, e na te preocupes, desvios temos todos, nalguns nota-se é mais que noutros.

Have a grape day.