terça-feira, março 21

Dia Mundial da Poesia

Dia mundial disto, dia internacional daquilo... Hoje é o primeiro dia da Primavera no hemisfério Norte, dia da Árvore. Por esse país todo deve haver miúdos e professores a plantar árvores, sempre associei a efeméride a essa recordação de infância. Uma data muito meritória, pena que seja só mesmo a pequenada a lembrar-se dela!

Também se celebra hoje o dia Mundial da Poesia, esta é que ninguém devia mesmo saber. A Casa Fernando Pessoa organiza algumas coisas aqui em Lisboa, por esse país fora há mais algumas iniciativas isoladas, que o Ministério da Cultura não tem guita para fazer nada em grande. Mas hoje já temos uma boa desculpa para abrir, pelo menos folhear ou dar uma vista de olhos num livro, de preferência de poesia. Um muito bom dia também para dar um passeio na rua Augusta, e passar na Feira do Livro Manuseado, onde há livros baratíssimos (a menos de um euro).

1 comentário:

Silvia disse...

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.

Eugénio de Andrade